Arquivo da tag: inspirações

estampas do Bart Simpson

O estilista norte-americano Jeremy Scott (que, hoje, é diretor criativo da Moschino) levou para as passarelas do seu desfile de outono/2012 algumas peças estampadas pelo personagem Bart Simpson, prestando homenagem a uma das séries mais divertidas de todos os tempos.

não, obrigada.

não, obrigada.

Logo logo surgiram as mais diversas versões inspiradas nessa homenagem, e com preços bem mais acessíveis do que os de uma coleção prêt-à-porter de um estilista como Scott. Jeans, t-shirts, camisas, suéters… Fiz uma seleção de alguns jeitos bacaninhas de usar essa estampa, encontrados em vários perfis do Lookbook.nu!

  • Eu adoro o combo t-shirt + short, e gosto dos shorts coloridos que me ajudam a fugir do jeans de sempre. A combinação de cores ficou super bacana: vermelho, azul e branco juntos são um clássico, e esse tom de azul mais claro ficou super bonito entre as outras duas cores.
  • Adorei o jeito como ela misturou a estampa do Bart no suéter com uma saia de oncinha super feminina, e ainda complementou com a bolsa de peixe. Tem bastante informação, mas não ficou “over“. Oncinha é o novo preto, gente.
  • O chapéu e a saia rodadinha deram um ar ladylike ao look que faz a camisa jeans do Bart brilhar ainda mais, por ser a peça mais diferente – uma escolha pouco óbvia pra ser combinada a uma saia roada.
  • Aqui, a mesma camisa jeans aparece jogada por cima dos ombros e aberta – e isso é um truque de styling que tem aparecido muito por aí. Eu acho meio perigoso, mas na Willabelle achei que ficou super bacana em um look que, pra mim, se resume em uma palavra: equilíbrio. Ela equilibrou bem as proporções com o short super largo, mas curtinho e acinturado, e o top cropped. Os creepers com a meia aparecendo e o gorrinho evitaram o possível ~piriguetismo~ que o cropped e o short curto poderiam evocar.
  • Camisa jeans do Bart para os rapazes! Achei bacana ele ter escolhido uma calça jeans em uma lavagem mais escura, e ter dobrado a bainha deixando à mostra um pedacinho da meia amarela.
  • De todos os looks com a estampa do Bart que eu já vi, esse foi, de longe, o meu favorito. Tanto que deixei uma foto extra ali do lado pra observar com maiores detalhes essa combinação tão interessante de peças: parka (S2) + cardigan vermelho + t-shirt com estampa bacaninha + short jeans do Bart + mochila + meia calça + coturno. Os headphones fazem as vezes de acessório, combinados aos óculos escuros de ar retrô, e ao gorrinho branco. Eu já perdi a conta de quantas vezes saí por aí combinando essas mesmas peças de roupa, variando as cores/estampas. Ela combinou tudo de um jeito tão fácil que eu consegui me identificar – e é sempre assim que eu mais me inspiro.
  • Apelidei esse look de “overdose de Bart”! Short + camisa jeans com a mesma estampa retomam o conceito dos conjuntinhos, que voltaram com força há algumas estações. A “overdose de Bart” da Anastasia se justifica pelo minimalismo no restante do look: as botas pretas trazem peso, ao mesmo tempo em que os poucos acessórios que ela usa [um anel, os óculos escuros redondinhos <3, e pulseiras(?) fininhas pretas] não brigam com o conjuntinho. Acho que é preciso coragem pra usar a “overdose de Bart”, mas o resultado final pode ser bacana.
  • E, em meio à tanto Bart, um Homer! Afinal, o pai da família mais divertida da tevê também merece a sua estampa, né?! Gostei muito das cores (azul/cinza) do suéter, combinando com a camisa xadrez que o Nicolas usou por baixo e deixou só uns pedacinhos aparecendo. Esse tênis mais bruto deu mais “interessância” do que um sapatênis, por exemplo.

Eu confesso que não aderi à moda das estampas do Bart, e continuo preferindo algumas coisinhas que comprei no brinquedo dos Simpsons do que essas estampas em suéters e peças jeans. Também confesso que achei que essa moda fosse mais passageira, mas continuo vendo looks com essas peças por aí. Acho que, de qualquer jeito, vale a inspiração pra qualquer personagem adorado que mereça homenagem!

coleção Disney na Colcci

Tá lá no blog da Colcci: “não, você não caiu no buraco do coelho e está alucinando”. A marca que sempre chama atenção na SPFW e que está presente em todo o Brasil acaba de lançar uma mini-coleção todinha de t-shirts estampadas com personagens da Disney. E o melhor: vários personagens “secundários” (não gosto muito desse título! #disneyfreak ama todo mundo do mesmo jeito hehehe) mereceram as suas próprias estampas! Irmãos Metralha, João Bafo de Onça, Capitão Gancho, Malévola, Cruela DeVil e muitos outros estampam essa linha de t-shirts maravilhosas, que chega nas lojas agora em novembro. A gente já falou aqui no blog sobre jeitos legais de usar t-shirts com estamparia geek, e acho que essas fotos da Colcci também servem de inspiração pra gente!

Eles já liberaram as fotos da campanha e um lookbook com as t-shirts. Essas fotos da campanha foram todas clicadas lá no Walt Disney World!!

t-shirts do Bambi e da Cruella DeVil, clicadas no EPCOT!

t-shirt da Alice e t-shirt do Bambi, no carrossel do Magic Kingdom (e eu pirei completamente nesse look com a t-shirt da Alice, quero essa saia amarela pra ontem)

t-shirt do Pinocchio clicada em Downtown Disney

camiseta do Bambi, clicada no hotel All Star Movies

duas t-shirts dedicadas à Rainha Má da Branca de Neve, clicadas no hotel All Star Movies (esse negócio amarelo aí atrás é uma máquina de refrigerante hehehe)

regata d’A Dama e o Vagabundo, clicadas em ? (não consegui identificar hihihi)

Já as fotos do lookbook estão ~padrão~, com um painel decorado pelos personagens Disney ao fundo.

01 02 03 04Eu já tô completamente apaixonada por várias das t-shirts da coleção, e quero logo ir numa Colcci ver tudo de perto. Ainda não sei os preços, mas imagino que fique entre R$100 e R$200 (ouch!!). Mas, como meu aniversário tá chegando, e o Natal também, quem sabe eu não consigo ganhar alguma de presente? (x

geek t-shirts

Eu acho que caiu a minha ficha do “smart is the new sexy” ou que “geek is the new chic” quando eu comecei a ver um monte de gente usando t-shirt com estampa inspirada em histórias em quadrinhos e/ou óculos de aro grosso como acessório de moda. No início, eu achava muito esquisito ver quem não precisava usar óculos pra corrigir problemas de visão apelando pros óculos como recurso fashion. Ok, isso eu ainda acho esquisito, porque eu já fiz de tudo pra me livrar dos óculos de grau, mas já aceito com mais facilidade do que antes.

ou “geek is the new chic”. pode escolher!! (:

Já as t-shirts com estampas inspiradas em histórias em quadrinhos eu amei desde o início. Cansei de ver olhares esquisitos sendo lançados na minha direção quando eu saía usando uma t-shirt estampada do Homem Aranha, ou dos X-Men, ou de outros heróis. Hoje, as t-shirts inspiradas nos quadrinhos, e também com dizeres diversos que remetem ao universo geek são consideradas no mundo da moda como ótimas opções para montar looks cheios de personalidade.

Eu sei que isso pode causar certa estranheza, como se a moda estivesse “roubando” as nossas coisas. Mas isso logo se inverte se pensarmos que é uma ótima chance de usarmos com ainda mais orgulho as t-shirts estampadas que habitam os nossos armários há muito tempo! Eu, pelo menos, penso assim – e saio por aí toda feliz quando escolho uma blusa estampada assim pra andar pela rua!

Então quis aproveitar o dia de hoje pra compartilhar com vocês alguns looks que servem de inspiração pra tirar as t-shirts de estamparia geek do armário sem apelar imediatamente pra calça jeans. E a calça jeans que não me leve a mal, porque eu amo calça jeans, mas tô tentando fazer um exercício forte de usar menos as calças jeans e aproveitar mais outras peças do meu armário.

Katherine, do http://poshbykat.com

Margaret (em dose dupla), no http://lookbook.nu/margalatte

E pra relembrar: eu já mostrei aqui como eu usei um blusão do Homem de Ferro de uma maneira ~arrumadinha~!

PatBo para C&A

A coleção do Roberto Cavalli mal chegou às araras da C&A (o lançamento foi ontem e eu ainda nem consegui ir lá nem que seja só pra ver os preços das coisas), e já rola expectativa em torno da próxima ~parceria de luxo~ da fast fashion: PatBo!

Há uns dias atrás foi divulgado o vídeo promocional dos bastidores da Collection da PatBo pra C&A, e ontem surgiram algumas fotos e informações sobre a parceria, que chegará às lojas no dia 19 de novembro.

bastidores do shooting da coleção de festa da PatBo para C&A

Isso mesmo: daqui duas semanas já vai ter coleção fresquinha, cheia de bordados, nas araras de muitas C&A’s pelo Brasil. Prevejo a mulherada pirando, e ainda não sei se vou encarar (se bem que eu já tô mega apaixonada pelo arco de spikes da foto aqui de cima e não poderei ser julgada se estiver lá na porta da C&A no dia 19 esperando a loja abrir pra garantir um desses pra mim).

Antes de continuar falando da coleção, um pouquinho de história: a marca Patricia Bonaldi, que leva o nome da estilista, foca suas coleções no trabalho manual, o que garantiu o seu status de queridinha das ~celebs~ brasileiras. Por sua vez, a marca PatBo é a “irmã mais nova”, que tem roupas mais jovens, com os mesmos bordados, mas também peças de alfaiataria. Isso tudo deixa a marca um pouco mais fácil de ser reproduzida na versão fast fashion.

Rumores indicam que é uma das coleções mais ricas já produzidas em parceria com a C&A. Entre vestidos, casaquetos, saias, blusas, camisas, blazers, saias, shortes, calças e acessórios (clutchs bordadas, cintos, tiaras…), serão 48 peças com preços entre R$49,90 e R$690,00. A proposta da coleção é mais refinada, e aí retomamos aquela discussão que eu já levantei no post sobre o preview que eu vi do Cavalli: a coleção não tem o preço padrão da C&A, mas, se comparada com os preços praticados nas flagships das marcas, é, sim, bem mais acessível. É tudo uma questão de decisão, porque tem gente que não pode comprar na loja própria da PatBo e prefere investir numa peça de fast fashion com o nome da marca do que nunca ter um design da artista (porque é inegável que Patricia Bonaldi é uma artista de mão cheia).

~criadora e criatura~

Estou, sim, curiosa e ansiosa pra conferir a coleção nas araras. Quero ver se as peças serão bem feitas e se terão o cuidado que um bordado de luxo precisa pra ser bonito. Não sei se terei coragem de investir em uma das peças logo no lançamento, mas se der pra comprar a tal tiara que eu amei, não vou reclamar!

roupa com estampa de gibi: IRON MAN

Com a proximidade da estréia da sequência de Thor, já comecei a pensar num look adequado pra ocasião. Sim, há de se pensar no look que se usa pra pré-estréia ou estréia de um filme geek!!

Aí lembrei desse look que usei nesse ano, quando fui na pré-estréia de Homem de Ferro 3, e resolvi mostrar pra vocês aqui, servindo também de inspiração pra filmes futuros. Vingador por Vingador, o Homem de Ferro é o meu favorito, e eu comprei esse moletom na Forever21 em uma das minhas últimas viagens pros EUA. É lógico que ele tinha que ser usado na pré-estréia do filme, né.

Eu devo admitir que a lógica que guiou o look foi o conforto. Eu estava usando aparelho, e era todo um drama na minha vida pra me vestir sem parecer uma criança de 13 anos e ainda me manter fiel ao meu estilo. Tenhamos em mente também que era abril e, já que eu morro de frio no cinema, tinha que ficar super quentinha, é claro. O look geek preguiçoso foi inevitável.

IMG_5160

Mas ser preguiçoso não precisa ser largado! A esperança fashion é a última que morre. Então combinei a blusa de moletom do Homem de Ferro com legging de oncinha da Farm e botinha de cano curto da Converse. A legging de oncinha deixou a coisa menos tomboy e mais perua feminina! E, já que eu tava assumindo tudo de geek que há dentro de mim, me pareceu adequado usar os óculos de aro grosso ray Ban (o que foi ótimo, já que a sessão era de madrugada e eu já tinha usado lente o dia inteiro e meu olho tava cansado #dramas).

oi, eu sou a Letícia, e eu não sei tirar foto.

oi, eu sou a Letícia, e eu não sei tirar foto.

Dentro da sala de projeção, entrou em cena (hã? hã?) a parka da Cantão que é xodó do meu guarda roupa, e foi uma das minhas compras favoritas do outono/inverno 2013.

IMG_5163

ataque de palhacite.

Achei que, ao combinar a botinha com a bolsa, consegui chegar mais perto de atingir esse equilíbrio entre o geek e o fashion. A bolsa Louis Vuitton foi obviamente escolhida pra deixar tudo com jeitinho mais classy, e o batom vermelho (esse é o Ruby Woo, da MAC!) é aliado quase sempre certo dos óculos de aro grosso. Sem contar que um batom vermelho resolve questões de maquiagem com uma eficiência incrível, é um truque muito bom pra quem quer ficar biita sem gastar muito tempo na frente do espelho.

Dá pra ver como as peças conversam entre si e tudo acabou ficando harmonioso? Vou tentar repetir a dose pro look pra ver Thor essa semana!

Helena Bordon apresentando Roberto Cavalli para C&A

Já contei pra vocês que segunda feira foi um dia bem zoado na minha vida, né. Pois é. Como nem tudo é tão ruim assim, eu tive a grata surpresa de me deparar com a Helena Bordon apresentando a coleção do Roberto Cavalli para a C&A no Park Shopping aqui de Brasília. A blogueira é a embaixadora da Collection Cavalli para C&A e passou por três cidades brasileiras (Salvador, Rio de Janeiro e Brasília) para mostrar um preview da coleção para a loja fast fashion, coleção esta que será formada por 56 peças.

Pois é, eu fui dar uma volta despretensiosa no shopping na segunda de manhã, com um vestidinho e uma rasteirinha, sem pentear o cabelo e sem maquiagem, e, quando vi, tava sentada na C&A tomando bons drink refrigerante e comendo canapé enquanto esperava Helena Bordon, aquela boneca, começar a falar sobre a coleção, que será lançada no dia 05 de novembro nas lojas.

encarte com lookbook da coleção

encarte com lookbook da coleção

É claro que, numa segunda feira em que tudo estava dando errado, eu não fazia ideia de que ia acabar participando desse evento no shopping. Se eu soubesse, teria levado a câmera DSLR (que incrivelmente veio para Brasília) pra tirar fotos boas pro blog. No mínimo, eu teria carregado a bateria do iPhone pra tirar fotos com uma qualidade ok. Ou eu teria levado a bateria extra. Mas, não. O iPhone com a câmera melhor resolveu ficar sem bateria logo que a Helena começou a falar sobre as suas peças favoritas, eu esqueci a bateria extra em casa, e a ~sorte~ foi que o outro iPhone (mais velho e com câmera infinitamente pior) tava com bateria.

Helena Bordon apenas sendo linda.

Helena Bordon apenas sendo linda na única foto que consegui tirar com o iPhone que tem uma câmera razoável.

Ou seja: temos várias fotos, mas não são as melhores do mundo. Vocês me perdoam?

IMG_1817

Helena conversou por um tempo com os presentes sobre a coleção, vestindo um longo em animal print de seda (que vai custar R$799,90), e com acessórios também da coleção. Sim, não esperem padrão C&A nos preços dessa Collection. Pelo que deu pra ver nesse preview, as peças estão mais caras, mas o acabamento é impecável. A coleção tem peças que poderiam facilmente estar numa loja Cavalli – o DNA do estilista está mesmo todo ali. Todas as peças são de seda pura, jersey de seda, cotton alfaiataria e cotton satin, que foram escolhidos a dedo pelo estilista.

Acho que vale a pena falar um pouco sobre Roberto Cavalli, né? Pra quem não o conhece, o estilista italiano apresentou a sua primeira coleção prêt-à-porter aos 30 anos, e inaugurou a sua primeira boutique em Saint Trôpez em 1972. O estilista desenha diversas linhas de roupas e acessórios, e, para roupas femininas, preza por modelos que valorizem o corpo da mulher, fazendo com que ela se sinta mais sexy e poderosa. Nas suas coleções, o animal print está sempre presente nas suas araras.

Seria possível resumir o lifestyle da mulher Cavalli assim: ela é independente, abusa do animal print e adora looks poderosos; ela usa dourado sem medo, e é sexy sem ser vulgar.

IMG_1821

Na C&A do Park Shopping, a it girl brasileira que circula com frequência as rodas internacionais da moda e é constantemente clicada pelos blogs gringos de street style com looks mais do que inspiradores, contou que o estilista cuidou de cada peça que compõe a coleção, preocupando-se não só com o acabamento e com os tecidos usados, mas também buscando desenhar peças que sejam adequadas ao corpo das brasileiras. Helena ainda mostrou algumas combinações entre as peças da coleção:

vestido preto + blazer animal print p&b + bolsa na mesma padronagem

vestido preto + blazer animal print p&b + bolsa na mesma padronagem

blazer preto + camisa animal print. acho chique.

blazer preto + camisa animal print. acho chique.

blusa rosa + short alfaiataria com animal print azul. eu usaria!

blusa rosa + short alfaiataria com animal print azul. eu usaria!

Helena Bordon também destacou dois looks como os seus favoritos – segundo ela, os que ela levaria pro seu próprio armário: um vestido de seda muso em animal print azul, e um conjuntinho de calça pantalona e blusa também em animal print, mas com padronagem em p&b.

quero já esse vestido muso na minha vida, com um sapato poderoso e uma bolsa linda pra uma festa, e pro dia a dia com uma rasteirinha simples

quero já esse vestido muso na minha vida, com um sapato poderoso e uma bolsa linda pra uma festa, e pro dia a dia com uma rasteirinha simples

IMG_1813

Ela também mostrou pra gente os acessórios e os sapatos desenhados por Cavalli para C&A. Deu pra ver que o azul e o vermelho vem com força pra essa mini coleção, todos com riqueza de detalhes. As aplicações em pedraria e os detalhes dourados deixaram as peças bem luxuosas, e eu acho que a mulherada vai pirar quando a coleção chegar nas lojas.

mesa de acessórios: bolsas e sapatos em cores fortes e com animal print!

dicas da Helena pros acessórios: não ter medo de ousar!

dicas da Helena pros acessórios: não ter medo de ousar!

IMG_1829

Depois da apresentação, tirei foto mais de perto das araras com as roupas:

IMG_1822

animal print p&b: duas tendências em uma só estampa

animal print p&b: duas tendências em uma só estampa

essa oncinha azul mexeu comigo <3

essa oncinha azul mexeu comigo ❤

IMG_1828

Não é de hoje que a C&A tem buscado inovar seu papel no mercado, atraindo novos consumidores e investindo em coleções que trazem o DNA de marcas renomadas. Eu mesma passei a prestar mais atenção na marca desde a sua primeira parceria com a Espaço Fashion, ainda em 2010 (eu tenho um coturno da coleção que é meu xodó e eu uso muito até hoje). De lá pra cá, vimos parcerias com a Maria Filó, com a Maria Bonita Extra, com a Mixed, com a Santa Lolla, e muitas outras marcas queridinhas por gente que muito provavelmente nunca tinha posto os pés numa loja da rede antes de saber dessas parcerias. Para firmar-se no mercado brasileiro como fast fashion, e não apenas como loja de departamento com roupas low cost, tenho visto cada vez mais uma C&A preocupada com o design e com o acabamento das suas roupas – e isso só traz ganhos ao consumidor.

É claro que a coleção de Cavalli não tem o preço padrão C&A, mas as peças também não se encaixam nesse padrão: os tecidos tem qualidade superior ao que estamos acostumados a ver nas araras das lojas, e até mesmo os vestidos de jersey prometem vestir os corpos das brasileiras sem deixar nada fora do lugar, destacando o que temos de melhor. As peças de seda tem o toque macio, as peças de alfaiataria tem corte impecável. Eu confesso que estou ansiosa pra poder provar as peças da coleção pra ver como ficam no meu corpo – e, quem sabe, arrematar mesmo o vestido azul de animal print pra morar no meu armário.

No mais, foi uma grata surpresa ver Helena Bordon de pertinho. Não sei se deu pra notar ao longo do post, mas ela é, pra mim, uma grande referência de estilo. Foi bem legal vê-la de perto falando sobre uma coleção que será razoavelmente acessível à todas as brasileiras e fazendo combinações bacanas entre as peças que estarão à venda.