Arquivo da tag: Harry Potter

das férias

Voltei de férias, minha gente. E que férias! Começamos com 9 dias em Orlando e seguimos pra Punta Cana, com direito a 5 dias em um resort all-inclusive maravilhoso!

E antes que alguém pergunte, mesmo que mentalmente, o que eu fui fazer em Orlando pela segunda vez nesse ano e pela décima quinta vez na vida, eu respondo: conhecer o Beco Diagonal, é claro!

IMG_0955

panorâmica do Beco Diagonal no parque Universal Studios

Convenci o Felipe de irmos pra Orlando e arrastei ele pra 3 (Magic Kingdom, EPCOT e Hollywood Studios) dos 4 parques da Disney, e dedicamos 3 dias pra curtirmos os dois parques da Universal (Universal Studios e Islands of Adventure). Mas como eu sou Disney Freak, e Disney Freak que se preza não deixa nenhum parque pra trás, fui pro Animal Kingdom com os nossos amigos que viajaram com a gente e também curti pra caramba, mesmo tendo ficado pouquinho por lá!

com os amigos no Animal Kingdom

com os amigos no Animal Kingdom

Curtimos tanto que Punta Cana foi ainda mais providencial do que pensávamos, porque ficamos mega cansados e os 5 dias de all-inclusive, sem nenhuma preocupação no paraíso, foram providenciais!

piscininha delícia em Punta Cana

piscininha delícia em Punta Cana do ladinho do meu amor ❤

Comecei a escrever esse post desde que chegamos, e ainda não consegui terminar! É que tava escrevendo detalhadamente sobre o que fizemos cada dia, mas tá ficando enorme, e, até que eu conseguisse postar tudo, capaz de já tá na hora de voltar pra Orlando xD então eu deixo vocês por enquanto com esse post pequenininho que dá sinal de vida, prometendo contar mais das nossas férias em breve – principalmente sobre o Beco Diagonal!

Imagem

recado

Imagem

agradecimento

Wizarding World of Harry Potter – Hogsmeade

Hoje é Halloween, e é dia de viajante geek. Eu prometi há um tempinho atrás que ia dedicar uma série de posts nessa categoria aos parques temáticos de Orlando, e vou começar a cumprir essa promessa hoje, adequando data e tema de post!

uma das fotos que eu mais amo entre todas as que já tirei lá <3

uma das fotos que eu mais amo entre todas as que já tirei lá ❤

Eu já tive muita sorte nessa vida de poder passar muitos e muitos dias nessa área fantástica, localizada dentro do parque Islands of Adventure, no complexo da Universal Orlando – o que não significa que eu não queira voltar muitas e muitas vezes pra lá, principalmente depois do anúncio de que a área correspondente ao Beco Diagonal será aberta aos visitantes no próximo ano. É por isso que hoje vamos falar do Wizarding World of Harry Potter – Hogsmeade, nome dado à área que foi aberta ao público em junho de 2010. Eu poderia falar sobre a área no post dedicado ao parque Islands of Adventure, mas não vou fazê-lo por motivos de: o Wizarding World é um parque dentro do parque. Quando entramos na área, não conseguimos ver mais nenhuma área do restante do parque. A experiência é muito imersiva, e a riqueza de detalhes pede um post exclusivo.

cara de choro

a entrada de Hogsmeade. e foi olhar pr’aquela Hogwarts maravilhosas lá atrás e começar a chorar

Pra vocês terem uma ideia, quando fui pra Orlando em julho de 2010, cheguei lá exatamente 1 mês depois da abertura da área, e eu não aguentei esperar o dia previsto na programação pra ir ao parque; eu praticamente saí do avião e fui direto pro Islands. Isso não é uma decisão sensata pra ninguém, porque eu já contei pra vocês que o ideal é separar o dia da chegada pra compras e coisas mais leves. Mas é lógico que a maluca aqui tinha que ir correndo pro parque. E fui. Não me arrependo nem um bocadinho, mas eu lembro da canseira que senti naquele dia até hoje.

DSCN1085

trem das 11

A área de Hogsmeade, além de ser uma maravilha em si mesma, rica de detalhes e coisinhas lindas pra fazer qualquer potterhead pirar, tem 3 atrações: a Dragon Challenge, o Flight of the Hippogriff, e a Forbidden Journey. O restaurante Three Broomsticks também está lá, lindo, maravilhoso, e cheio de comida boa e Butterbeer gelada. Anexo ao Three Broomsticks, tem o Hog’s Head, onde os maiores de 21 anos podem saborear a Hog’s Head Brew, uma cerveja artesanal deliciosa. E pros consumistas de plantão (oi! eu!), as lojas Dervish & Banges, Filch’s Emporium of Confiscated Goods, Zonko’s e Honeydukes oferecem as mais diversas tranqueiras. Além disso, tem uma Ollivanders, o que pode ser esquisito pros fãs a princípio, porque, né, a loja fica mesmo no Beco Diagonal, mas a gente passa a ignorar esse fato depois que entra lá e vê e participa do mini-show onde a varinha escolhe o bruxo. A Ollivanders dá dentro da Dervish & Banges, que também tem uma entrada pelo Owlery, que é muito mais do que só uma área com bancos pra gente descansar enquanto toma Butterbeer: dá pra enviar cartas de lá pro mundo todo, com selo de Hogwarts e tudo.

DSCN1406 DSCN1398

Ollivanders (com decoração de Natal)

Ollivanders (com decoração de Natal)

Além do show dentro da Ollivanders, acontecem dois shows ao longo dos dias na área: um com o coral de Hogwarts, e outro que apresenta os competidores do Torneio Tribruxo. Mas vamos falar com mais detalhes de cada uma das atrações, lojas e restaurantes.

As rides

Como falei ali em cima, são três rides: Dragon Challenge, Flight of the Hippogriff, e Forbidden Journey. Não é permitido entrar com bolsas nem objetos muito grandes (tipo câmeras DSLR) nem na Dragon Challenge nem na Forbidden Journey, e o parque disponibiliza lockers gratuitos pelo período de brincadeira em cada uma das rides (ou você pode deixar os pertences com alguém que não queira brincar). Pra entrar com câmera, o meu truque é o seguinte: guardar a câmera no bolso, tirar na fila pra fazer as fotos e, na hora de entrar de fato na ride, guardo de novo no bolso e amarro a cordinha da câmera no passante do cinto do short/calça (#ficadica).

entrada da Dragon Challenge

entrada da Dragon Challenge

Na Dragon Challenge, podemos andar em duas montanhas russas que correspondem a dragões: o Hungarian Horntail é a montanha russa azul, e o Chinese Fireball é a montanha russa vermelha. Ambas são bem rápidas e cheias de loopings, e são pra quem gosta mesmo de brinquedos radicais.

100_4460 100_4461

dentro da tenda, com o Cálice de Fogo

dentro da tenda, com o Cálice de Fogo

Taça Tribruxo

Taça Tribruxo

come seek us where our voices sound...

come seek us where our voices sound…

DSCN2565

visão parcial das duas montanhas russas: Chinese Fireball (vermelha) e Hungarian Horntail (azul)

DSCN2582

Tem gente que não gosta desse tipo de brinquedo, mas aí fica a dica: não deixe de dar uma voltinha na parte da fila dessa montanha russa. Como tudo foi minimamente pensado pra gente ter a experiência mais imersiva possível, ao longo do caminho podemos ver várias faixas de incentivo aos campeões do Torneio Tribruxo, passar por dentro da Tenda dos Campeões, ver os ovos que continham as pistas pra segunda tarefa, e muito mais. Depois de apreciar isso, é só sair da fila – ou encarar mesmo os desafios dos dragões e gritar muito.

can you dance like a Hippogriff?

can you dance like a Hippogriff?

Um pouco mais à frente fica a Flight of the Hippogriff, que é uma montanha russa infantil. Sim, ela é fraquinha, mas eu acho que vale a pena por alguns motivos: além da fila ser toda fofa, como se estivéssemos no quintal da cabana do Hagrid, a cabana do Hagrid tá lá, a gente passa do lado do Buckbeack e, enquanto andamos na montanha russa, temos visão privilegiada do Castelo de Hogwarts. E, vai, ela nem é tão ruim assim, é bem rapidinha.

Buckbeack

Buckbeack

100_4491

100_4502

tranqueiras do Hagrid

tranqueiras do Hagrid

Eu tenho uma história bacana pra contar desse brinquedo: ainda em julho de 2010, fui no ~vôo do Hipogrifo~ e subi pra tirar essa foto que tá aí em cima, sentadinha na escada da cabana do Hagrid. Porque, né, quem não ia querer uma foto assim? Eu tava completamente enlouquecida vendo cabana do Hagrid ali na minha frente, e acabei ignorando completamente o fato de que aquilo poderia ser proibido. Afinal, a cabana está em cima de uma pequena colina no meio da fila por algum motivo. Mas é claro que eu nem pensei nisso na hora e fui logo subindo. Aí, quando voltei em janeiro de 2011, tinham bloqueado completamente o acesso a essa escadinha! Ou seja: eu nunca mais poderei tirar uma foto dessas. Ainda bem que ralei a perna toda daquela vez pra ter esse momento eternizado! (hihihi)

dia mais quente da vida em Orlando: 45ºC

julho de 2011, parque lotado no dia mais quente da minha vida em Orlando: 45ºC

Por último, mas não menos importante, a Forbbiden Journey. Sim, eu deixei a melhor atração para o final. Essa ride era a mais esperada da área por um milhão de motivos: além de ser dentro do castelo de Hogwarts, o que permitia realizar o sonho de andar pelos corredores do castelo, era a única ride inédita da área (tanto a Dragon Challenge quanto o Flight of the Hippogriff já existiam, quando o Lost Continent – uma das ilhas do parque – se estendia por ali; a única coisa que mudou mesmo foi a decoração, adaptada pra temática do mundo mágico. Além disso, quando a área ainda estava em construção, os responsáveis pelos desenvolvimentos dos brinquedos da Universal disseram que a Forbbiden Journey levaria os brinquedos dos parques temáticos a outro patamar – e isso estava sendo dito por aqueles que já tinham revolucionado o conceito de diversão com o simulador 3D do Homem Aranha, localizado no mesmo parque (prometo que vou falar com detalhes no post sobre o Islands of Adventure).

DSCN2374

~vamô pulá~

É claro que a ansiedade pra andar está além da minha capacidade descritiva, e eu ainda fico toda arrepiada toda vez que vou. Eu não vou estragar a surpresa, é claro, mas posso contar pra vocês que o brinquedo realmente tem uma qualidade diferenciada de todos os outros que o precederam: ao combinar elementos 3D às filmagens projetadas em enormes telas IMAX, a sensação de estar voando nos entornos de Hogwarts é muito real. Isso porque, na fila, nós já passamos por diversas partes do colégio conhecidas pelos fãs: a estufa, o escritório de Dumbledore, a sala de Defesa Contra as Artes das Trevas, o Salão Comunal da Grifinória… fora as muitas props que foram levadas dos estúdios Leavesden direto para a área do parque, criando a sensação real de que estamos dentro da história.

DSCN1328

DSCN2549

cuidado com o basilisco

DSCN1425 girada DSCN1427

DSCN1429

DSCN0201

onde está o Dumbledore?

DSCN0199 girada

DSCN0209 DSCN0211

DSCN2550 girada

As lojas

Vocês não imaginam a minha reação em janeiro desse ano quando, no dia em que repetimos o Islands of Adventure, eu percebi que eu já tinha comprado absolutamente tudo o que me interessa (aka tudo) lá no Wizarding World. Vocês não imaginam o quanto eu tô rezando pra ter muita tranqueira nova e diferente na área do Diagon Alley a partir do ano que vem. Como falei ali em cima, são 4 lojas: Dervish & Banges, Filch’s Emporium of Confiscated Goods, Zonko’s e Honeydukes. Eu devo admitir que tenho bem poucas fotos das lojas porque, né, o foco nessas horas fica todos nas compras (porque eu gosto mesmo de gastar o meu dinheiro todo dessas viagens com coisas do Wizarding World) e eu praticamente esqueço que existe câmera fotográfica, então minhas opções pra ilustrar essa parte do post estão meio limitadas.

interior da Dervish & Banges

interior da Dervish & Banges

A Dervish & Banges e a Filch’s Emporium of Confiscated Goods vendem praticamente as mesmas coisas – exceto as varinhas, que são encontradas só na Dervish & Banges, embora tenha um carrinho (tipo ~quiosque~) quase em frente à Filch’s Emporium vendendo as varinhas dos personagens e alguns chaveirinhos. Em dias que o parque tá cheio, isso que eu vou dizer agora pode não valer, mas, em geral, a Dervish & Banges é mais vazia do que a Filch’s Emporium. E isso tem motivo: além das lojas serem apertadinhas, a Filch’s Emporium fica na saída da Forbbiden Journey – então ela fica cheia com muita facilidade. Tanto na Dervish quanto na Emporium, dá pra comprar roupas (uniformes de Hogwarts ou não), bolsas, almofadas, pelúcias, chaveiros, apetrechos de Quadribol, etc.

100_4289 girada

Além disso, como eu já mencionei, a saída da atração da Ollivanders é direto na Dervish & Banges, o único lugar onde dá pra comprar uma varinha que te escolheu.

DSC_0581

DSCN0042

Pois é. Como se não bastasse a magia toda, como se não bastasse poder comprar todas as varinhas de todos os personagens (a US$29,95 + tax cada), é possível comprar a varinha que te escolhe. Foram desenvolvidas 12 varinhas especiais, com caixas diferenciadas, pra que cada visitante possa ter a sua. Funciona assim: é só pedir pra um dos bruxos vendedores da loja te indicar qual é a sua varinha. Eles te fazem algumas perguntas, e, de acordo com uma tabela formulada pela própria J.K. Rowling, te indicam a sua varinha. É lindo, é mágico. E é lá também que tem o maior estoque de varinhas dos personagens, bem como objetos especiais pra colecionar (tipo Vira Tempo, vassouras que são réplicas perfeitas das usadas nos filmes), com preço condizente (ou seja: mais caros do que as tranqueiras normais). 

quando eu comprei todas as varinhas de todos os personagens de uma vez só (#investimentos)

quando eu comprei todas as varinhas de todos os personagens de uma vez só (#investimentos)

A Honeydukes e a Zonko’s, por sua vez, também são integradas – dá pra passar de uma pra outra por dentro.

DSCN1525

DSCN2608 DSCN2604

DSC_0517

Na Honeydukes tem todos aqueles doces lindos e maravilhosos que, antes, só existiam nas páginas dos livros (ou nos cenários dos filmes). Tem uma parede de Feijõezinhos de Todos os Sabores, e tem Sapos de Chocolates, que vem com cartões de bruxos famosos dentro. Tem varinhas de chocolate, pirulitos multicoloridos, balas azedinhas, balas de limão (te dedico, Dumbledore!), e muito mais.

DSCN0239

Do lado do paraíso (aka Honeydukes), está a Zonko’s. Sempre que eu entro lá eu fico imaginando o Fred e o George morrendo de alegria lá dentro. Tem muita tranqueira divertida (e inútil também, mas faz parte), distribuída em prateleiras que vão até o teto. Eu acho que os meus favoritos dessa loja são o bisbilhoscópio e o lembrol.

DSC_0530 DSC_0535

DSC_0539

“WHY ARE YOU WORRYING ABOUT YOU-KNOW-WHO?
YOU SHOULD BE WORRYING ABOUT U-NO-POO
THE CONSTIPATION SENSATION THAT’S GRIPPING THE NATION!”

DSC_0540

Também tem umas blusas com estamparia que só são vendidas na Zonko’s, garrafinhas de suco de abóbora, e uns outros docinhos e balas. O meu doce favorito é vendido na Zonko’s: U-No-Poo! Nada mais é do que M&M’s, só que num pote mil vezes mais bacana.

As comidas e as bebidas do Wizarding World

A parte mais gostosa ficou por último (#gordices). Embora só tenha o Three Broomsticks (e o Hog’s Head anexo), tem 3 carrinhos de comida e bebida ao longo de Hogsmeade: 2 deles vendem Butterbeer, e um deles vende água, suco de abóbora, e frutas frescas.

DSCN0499

Enquanto eu amo Butterbeer infinitamente e queria ter um abastecimento eterno da bebida em casa (de preferência num barril vermelho desses), eu não gostei muito do suco de abóbora. Já tentei tomar umas duas vezes e não consigo; fico só com a garrafinha de souvenir mesmo. Agora, Butterbeer, eu posso passar o dia inteiro tomando!

DSCN3025

Já aconteceu de tomar mais de 5 copos de Butterbeer em um só dia. True story. Explico: a bebida é bem doce. É um refrigerante meio caramelado, parece um guaraná com caramelo com sorvete de flocos, sei lá. Eu sei que é bem doce mesmo. E não é todo mundo que gosta (não entendo essa gente). Mas enfim. Como eu ia de guia, sempre tinha muita gente no grupo que comprava Butterbeer pra provar/tomar, e acabava não gostando. E eu não aceito desperdício de Butterbeer. Então eu não deixava ninguém jogar Butterbeer no lixo, eu botava tudo pra dentro da minha barriguinha numa alegria só.

DSCN1093 girada

entrada do Três Vassouras

100_4320100_4323

Eu me perco mesmo na gordice é no Three Broomsticks. Eu sempre dou um jeitinho de comer lá pelo menos uma vez em cada viagem, que é pra matar a minha vontade de fish n chips, além do ambiente ser uma delícia.

100_4324

DSCN2368

No Hog’s Head, eu recomendo fortemente provar a cerveja artesanal. A Hog’s Head Brew é bem leve, bem gostosa, perfeita pra dias quentes (ou não). A caneca de souvenir é bem grande.

DSCN0242 DSCN1147 girada

É legal destacar que todas as comidas vendidas no Three Broomsticks, bem como a Butterbeer, o suco de abóbora e a Hog’s Head Brew tem o selo de aprovação da J.K. Rowling. Antes da abertura da área, ainda na fase em desenvolvimento, uma equipe da Universal foi enviada à Edinburgh pra mostrar pra tia Jo o que estava sendo preparado pra ser vendido no Wizarding World, e ela provou e aprovou tudo antes da inauguração. Tudo isso foi feito pra que a experiência fosse o mais fiel possível ao universo criado por ela.

E daí?

A primeira vez que eu fui no Wizarding World – Hogsmeade foi no dia 17 de julho de 2010. Eu chorei de emoção um tanto naquele dia, que achei que nunca mais ia chorar quando voltasse lá. Engano meu. De lá pra cá, eu acho que não teve uma só vez que eu tenha pisado naquela área maravilhosa e não tenha chorado, pelo menos um pouquinho. E eu ainda quero voltar lá muitas e muitas vezes – principalmente a partir do ano que vem, que vai ter Beco Diagonal pra visitar, cheio de atrações e lojinhas novas!

barkeep, fill her mug!

barkeep, fill her mug!

JK Rowling desenhou, e a gente amou

Depois de tantos anos sendo ~fã xiita~ de Harry Potter (amo/adoro essa expressão!), é difícil encontrar algo que eu já não tenha visto. Então eu sempre fico mega ultra feliz quando descubro uma novidade, uma coisa que eu não sabia que existia, principalmente 6 anos depois do fim da publicação dos livros, e mais de 2 anos depois do último filme. Eu vinha preenchendo o meu “tempo ocioso de Potter” com o Pottermore, e é claro que eu fiquei em estado de festa quando foi anunciada a pré-produção do filme inspirado no livro Animais Fantásticos e Onde Habitam, principalmente porque a J.K. Rowling será uma das produtoras (pulinhos de alegria).

E o post de hoje não é sobre ela, mas é sobre um desenho que ela fez, em 1999. Eu tinha que compartilhar com vocês essa fofura:

desenhado e assinado por J.K. Rowling em 1999

desenhado e assinado por J.K. Rowling em 1999

Sem brincadeira: meus olhos ficaram cheios de lágrimas quando eu vi esse desenho. Pensar que a própria tia Jo (esse é o meu jeitinho íntimo/carinhoso de chamar a criadora/autora do meu universo fantástico favorito) desenhou os personagens, colocando no papel como ela via cada um deles quando escrevia as histórias, foi emoção demais pra mim. É muito amor em um desenho só!

O Harry abraçando o Dobby, cara. Tears.

WB Studio Tour London – The Making of Harry Potter

Vocês ainda já sabem que eu sou muito muito muito apaixonada/alucinada/viciada no universo mágico criado por J.K. Rowling. Se deixar, eu respiro Harry Potter. Meu olho brilha de um jeito único quando converso sobre o assunto, meu coração bate mais forte quando (re)leio os livros, e não dá pra conter uma lágrima no canto do olho quando lembro que não tem mais livro novo.

Quando eu fui ano passado passar um mês em Londres pra estudar na King’s College, o motivo mais premente da minha ida não era mesmo estudar. Além de tornar prioridade uma ida à estação de King’s Cross, eu queria mesmo visitar o WB Studio Tour London – The Making of Harry Potter, que tinha sido aberto em março daquele ano.

389004_4236592831547_1199830069_n

primeira foto e a pessoa já tava chorando. pois é.

Eu lembro que, quando anunciaram que os estúdios Leavesden seriam abertos para visitação, eu sentei pra conversar com os meus pais sobre a minha necessidade de ir pra Londres, nem que fosse por um final de semana, só pra poder ir lá. Eu simplesmente tinha que ir. Era sonho que tinha que ser realizado, e eu não aguentaria esperar muito tempo. Ainda bem que eles são bonzinhos e falaram que eu devia procurar um curso afim à minha área de estudo pra poder ficar lá mais tempo (ou seja: ainda tem muita pauta de Londres para geeks – e não geeks também, oras, sem preconceitos – pra entrar por aqui).

Assim que a minha viagem foi confirmada, comprei o ingresso pra visita. Eu ia sozinha, mas, who cares?!, eu ia pra Leavesden!! Os ingressos devem ser comprados online (eles não vendem ingresso lá na hora mesmo! E não há jeitinho brasileiro que mude isso), e incluem um audio guide que ajuda bastante no passeio; também tem a opção de comprar logo o souvenir guide com o ingresso, que sai mais barato do que comprar na lojinha (lógico que eu comprei, né).

169630_4182045907908_1737838613_o

A experiência é muito emocionante pra quem acompanhou os livros/filmes, porque (quase) todos os cenários/sets estão lá, muitos (mas muitos mesmo! Perdi a conta!) dos objetos usados e muitas das roupas usadas nas filmagens (do primeiro ao último uniforme da Grifinória), e também vários segredos cinematográficos referentes aos efeitos especiais são revelados!

Great Hall

Great Hall

~selfie~ no Mirror of Erised

~selfie~ no Mirror of Erised

panorâmica da área onde ficam sets, props, e efeitos especiais

panorâmica da área onde ficam sets, props, e efeitos especiais

Eu não sei nem explicar a emoção que eu senti; talvez eu precise de alguns anos pra processar todo o amor e a alegria que eu senti naquela sexta feira fria e chuvosa. Tudo estava lá: o majestoso Great Hall, a Gryffindor Common Room, The Burrow, o Ministério da Magia, o escritório de Albus Dumbledore, o Beco Diagonal, a sala de Poções, … muitos propscostumes, e varinhas; maquiagem, perucas, figurinos; Privet Drive n.4, Knightbus, Potter’s Cottage, Ford Anglia; modelos em miniatura de diversos cenários, e, ao final de tudo, um modelo em escala – simplesmente enorme, mas não o suficiente pra entrarmos nele – do Castelo de Hogwarts e suas adjacências. O modelo do Castelo é uma das coisas mais lindas e perfeitas que eu já vi na  minha vida.

S2 The Burrow S2

S2 The Burrow S2

dormitório dos meninos da Grifinória

dormitório dos meninos da Grifinória

Gryffindor Common Room

Gryffindor Common Room

sala de aula de Poções

sala de aula de Poções

escritório de Albus Dumbledore (super cheio)

escritório de Albus Dumbledore (super cheio)

Malfoy Manor set

Malfoy Manor set

as lareiras do Ministério da Magia

as lareiras do Ministério da Magia

the Knightbus

the Knightbus

4 Privet Drive

4 Privet Drive

Gringotts!

o Beco Diagonal (o meu set favorito)

o Beco Diagonal (o meu set favorito)

Weasleys Wizard Wheezes!

Já tinha me emocionado em diversos momentos do meu passeio, mas nada foi tão incrível quanto ver Hogwarts tão majestosa na minha frente; chorei, chorei muito. E acho que a emoção foi potencializada porque, ao entrar nessa sala, estava tocando “Leaving Hogwarts” – que, coincidentemente, foi a última música usada num filme Harry Potter.

290022_4183393141588_115466248_o

"The stories we love best do live in us forever, so whether you come back by page or by the big screen, Hogwarts will always be there to welcome you home." -- JK Rowling, 07/07/2011

“The stories we love best do live in us forever, so whether you come back by page or by the big screen, Hogwarts will always be there to welcome you home.”
— JK Rowling, 07/07/2011

Eu acho que não sou capaz de put down in words o que eu senti; o que eu estou sentindo só de lembrar daquele dia maravilhoso. Só sei que recomenda-se passar 3 horas no WB Studio Tour, e eu passei quase 7 horas lá.

Eu imagino que até pessoas que não sejam tão fãs de Harry Potter vão acabar se divertindo bastante também, mas, desse ponto de vista, eu não tenho experiência. Pra mim, foi absolutamente encantador, e eu me arrependi muito de não ter marcado ingressos pra mais dias, pra poder passear mais por lá e tomar mais Butterbeer (sim! Lá também tem Butterbeer! Fiquei desesperada, porque eu amo Butterbeer, eu tenho abstinência de Butterbeer, e foi ótimo poder tomar Butterbeer em Leavesden).

felicidade define :D

felicidade define 😀

No site onde se pode comprar ingressos tem todas as indicações de como chegar: eu peguei o metrô na Waterloo Station até Euston, e de Euston fui pra Watford Junction, onde há um shuttle que leva até os estúdios, e também traz de volta pra Watford Juncion.

É legal ficar atento à programação no WB Studio Tour London, já que eles tem feito comemorações e eventos especiais de acordo com a época. Outro dia recebi um email promocional da Warner Bros. sobre o período do Natal, que eles chamam de “Hogwarts in the snow”, que vai contar com decorações especiais no Great Hall e em outros sets e, é claro, muita neve em torno do modelo do Castelo de Hogwarts. É claro que eu fiquei doida pra ir, né, mas com a libra cara do jeito que tá, vou ter que esperar outra oportunidade.

Hogwarts in the Snow (foto promocional da Warner)

Hogwarts in the Snow (foto promocional da Warner)

Então, #partiuhogwarts?

quem fez isso merece um prêmio

IMG_7097

 

Apenas uma palavra: GENIOUS.