quattro anni senza lei

Mivó, tem quatro anos que eu não te dou um abraço, e isso dói demais. Muita coisa mudou nesse último ano, Mivó, menos a saudade que eu sinto de você. Essa saudade, ela só cresce. 

Eu me mudei pra Brasília, vó. E, junto comigo, todas as minhas esperanças e os meus medos vieram junto. Me mudei pra Brasília e enfrento o cerrado pra tentar me preparar bem pr’aquele concurso que você tinha tanto receio que eu fizesse, porque achava que eu nunca ia querer me casar. Me mudei pra Brasília, e trouxe comigo a saudade que eu sinto de ouvir a sua voz.

Tô morando com o Felipe, vó. Foi só por isso que eu vim. Sem ele aqui, eu não teria coragem de enfrentar esse cerrado sozinha. Duas opções me restariam: ou papai e mamãe viriam comigo, ou teria que enfrentar a Ponte Rio-Niterói todos os dias, e sabe lá quanto tempo do meu dia perderia no trânsito.

Queria que você conhecesse a minha casinha, Mivó. A nossa casinha. A gente arruma tudo com carinho, compartilha as responsabilidades, e até vai pra cozinha de vez em quando. Pois é, Mivó, eu tô perdendo o meu medo de cozinhar e a minha fobia de cozinha, fazendo coisinhas gostosas com o Felipe pra gente comer. O amor muda mesmo a gente, vó.

O Felipe respeita as minhas vontades e os meus medos, o meu tempo e os meus desesperos. Ele me acalma, e me faz cafuné. Ele me abraça, e tudo melhora. Ele mexe no cabelo igualzinho você fazia, Mivó.

Mesmo morando aqui, e estudando aqui, eu vou muito pra Niterói, sabia? Eu terminei o mestrado em junho, e até então tinha que ir sempre pra lá pra encontrar o meu orientador. Depois disso, voltei pra finalizar questões burocráticas lá no PPGEST, e também pra passar o dia dos pais com o papai. Passei seu aniversário junto deles, vó, e comprei uma rosa pra você, e outra pro Mivô. Eu também sinto saudade dele, mesmo sem tê-lo conhecido.

Nesse ano, teve Copa do Mundo no Brasil, vó. E foi muito esquisito ver os jogos sem você por perto. Futebol era coisa nossa. Nessa Copa, faltou um pedacinho de mim pra torcida, porque faltou você sentada no sofá do meu lado. Sem você pra ver o futebol comigo, vó, o Brasil perde. Agora, quem vê o futebol comigo é o Felipe. A gente foi a um jogo da Copa no Mané Garrincha, vó. Foi tão bacana! Você ia gostar muito, com certeza.

De vez em quando eu me pego pensando no som da sua voz, Mivó, e também no seu cheirinho. Eu tenho medo de me esquecer do seu cheirinho, de me esquecer do som da sua voz. Eu tenho medo de que o tempo passe tão depressa, e que tanta coisa aconteça, que eu não consiga mais lembrar como era bom ganhar os seus afagos, e da alegria que eu sentia sempre que a campainha tocava lá em casa e via que você tinha chegado. 

Eu sonho muito com você, Mivó. E toda vez que eu sonho com você, eu acordo um pouquinho mais feliz, porque sinto como se você estivesse mesmo pertinho de mim. Toda vez que eu sonho com você, Mivó, eu acordo com o coração um pouquinho mais apertado da saudade de ter você aqui.

Queria muito poder segurar a sua mão outra vez, Mivó. Queria muito poder ter você de novo pertinho de mim, pertinho da gente. Eu já te disse que queria muito que você tivesse conhecido o Felipe. 

Amanhã, nós vamos ver o Botafogo jogar aqui no Mané Garrincha. A vida tem dessas coisas, Mivó… 4 anos depois do meu último adeus pra você, eu vou num jogo do nosso time, do time que você me ensinou amar, do time que eu aprendi a torcer. Eu nem sabia que ia ter esse jogo aqui, tão pertinho de mim, mas o Felipe me disse, e me perguntou se eu queria ir. Ele é tão bom pra mim, vó! O coração dele é muito grande. E amanhã, no Mané Garrincha, eu e ele vamos torcer pelo Botafogo como se você estivesse juntinho da gente. E eu sei que você está.

Deus, o Pai bondoso, me dá a força que eu preciso pra continuar caminhando e lutando sem ter você do meu lado, Mivó, mas eu sei que você está intercedendo por mim, olhando por mim, cuidando de mim, como fez a vida inteira.

Te amo, e sinto cada vez mais saudade. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s