Arquivo do mês: novembro 2013

quase lá

último dia de novembro, tô quase lá.

dezembro vem chegando, tô quase lá.

aniversário, Natal, Ano Novo.

tô quase lá.

mas, hoje, ainda tô aqui.

wishlist de dezembro

Essa semana eu completarei 24 primaveras! Eu nunca fui muito de querer comemorar o meu aniversário, principalmente depois de tanta festa entre os 2 e 15 anos. Sinto como se eu já tivesse comemorado pra uma vida inteira!

eu x minha wishlist

Mas nunca deixo de fazer minha wishlist – que, muitas vezes, acaba incluindo coisinhas pra ganhar no Natal também.

banner

E, nesse ano, vou publicar essa wishlist aqui no Geek Land pra dividir com vocês tudo o que eu queria ganhar nesse mês tanto pelo meu aniversário quanto pelo Natal – e também pra mandar o link por email pra todo mundo que possivelmente irá me presentear hihihi

– tênis Converse por Isolda

Dona Coisa

Eu não sei bem certo porquê, mas é sempre nessa época que eu vejo o quão acabados os meus tênis estão e o quanto eu preciso de novos All Stars para caminhar por aí. Não que eu não goste de All Star velho – pelo contrário, sou do time que acha que quanto mais velho e sujo melhor – mas é que, depois de um certo tempo, eles começam a se ~desintegrar~ e aí não tem mais jeito. E, tem pouquinho tempo (mais precisamente durante o Fashion Rio), foi lançada essa coleção especial da Isolda, com os tênis mais queridos do mundo estampados com cores e padronagens únicas. É claro que eu pirei nas estampas e fiquei doida pra comprar um – ou vários – mas acabei deixando pra que eles façam parte da wishlist de dezembro. Pra quem quiser me dar de presente, fica a dica: eu calço 35! xD

– GoPro HERO3: White Edition

Eu já falei um pouquinho aqui no Geek Land que eu sou apaixonada por fotografia, né? Já tive oportunidade de comprar a GoPro outras vezes, mas nunca tinha desejado de fato. Aí andei lendo um pouquinho mais sobre ela nos últimos tempos e descobrindo todas as maravilhas que poderia fazer com uma dessas, e logo logo ela superou todos os outros equipamentos de fotografia na minha listinha de desejos. Se eu pudesse, comprava (ou pedia!) logo a Black Edition, mas já vou dar muitos pulinhos de alegria quando tiver a White nas mãos pra fotografar esse mundo.

– um beijo do John Mayer

Ai, gente, não resisti à brincadeirinha! Hihihihi. Sou muito fã do John Mayer há quase 13 anos e só agora em 2013 eu consegui realizar o sonho de vê-lo ao vivo, então ficou faltando só um abraço e um beijinho do meu muso! Ok, ficou faltando ver um show mais longo do que o que ele fez no Rock in Rio, mas eu já fiquei super feliz de ter ouvido tantas das “minhas músicas” que, se ganhasse um beijinho e um abraço dele, já fechava 2013 satisfeita!

– coisas da Via Mia

Via Mia madness

A Via Mia sempre cria coleções que me deixam cheia de vontade de comprar tudo. Os calçados, além de super confortáveis, são super bonitos e tem um preço muito amigo. As bolsas são muito lindas, e os acessórios são super fofos, também mantendo um precinho bem amigo. Sempre dou uma passadinha na loja e fico doida, querendo tudo. Eu não consigo escolher só uma coisinha de lá pra ganhar de presente, e já pedi pros meus pais pra que avisem a todos os familiares e amigos que manifestarem vontade de me dar presente de aniversário e/ou Natal que comprem qualquer coisa da Via Mia pra mim e eu ficarei super feliz!

– iPhone 5s 16GB Space Gray

Captura de Tela 2013-11-22 às 21.14.56

É, eu sei, é uma coisa cara pra caramba, mas eu quero. E, bem, se a wishlist é de aniversário e de Natal, não custa sonhar, né? O meu iPhone 4s já tá completando 2 aninhos de uso, a mamãe já tá de olho nele (porque ela gosta mesmo é de “herdar” as coisas da Apple que ela mesma compra pra mim), e eu consigo ver uma boa evolução do 4s pro 5s. Quem sabe, né?

– mais livros de Harry Potter

coleção da Scholastic

coleção da Scholastic

coleção “The Hogwarts Library”, com hardcover

Olha, eu até já tenho todos esses livros (dert), mas eu queria muito essas coleções que estão lindas demais. Na minha casa sempre vai ter espaço pra mais um livro dessa série que acompanha a minha vida.

– discos

discos

Eu sei que é muito mais fácil fazer o download, mas é que tem algumas bandas que são tão queridas que eu faço questão de sempre ter os discos pra guardar. Esses são alguns dos que ainda estão faltando na minha ~discoteca~, mas aceito outros também. Ah, também aceito vinis de presente!

– livros

livros

Claro que não podia faltar uma ~pequena~ seleção de livros sobre política externa e energia nuclear na minha wishlist de aniversário/Natal. Afinal, #bolsistasofre, e é nessas horas que a gente aproveita pra colocar a biblioteca em dia com os livros mais caros e/ou difíceis de encontrar.

– skate e/ou patinete

skate e patinete

Eu sempre quis ter um skate. Quando eu era menorzinha, a minha vó me deu um patinete, na esperança de suprir essa vontade com um troço ~parecido~ porém um tanto mais seguro para uma pessoa descoordenada desde sempre (eu o/). Mas a vontade de ter um skate continua, e não tem um aniversário/Natal que eu não peça pra ganhar um. Esse ano resolvi pedir um skate e/ou um patinete. Porque, né, vai que.

– bolsa de oncinha

oncinha Lee Loo

Eu sempre quis ter uma bolsa de oncinha, mas nunca tinha achado uma que me fizesse brilhar os olhos de emoção. Até que vi essa da Lee Loo e eu quase chorei de emoção de tanto que eu amei. Ela é perfeita por vários motivos: além de ser no formato box estruturadinha, tem o tamanho ideal pra carregar só as tranqueiras mais essenciais (tô tentando fazer um exercício pra diminuir a quantidade de coisas que mora na minha bolsa!), e tem a alça longa (praticidade); ainda por cima, tem esses detalhes dourados maravilhosos hipnotizantes. Eu tô hipnotizada.

iPhone 5s e iPhone 5c no Brasil

Na última sexta feira (22/novembro) os novos modelos de iPhone começaram a ser comercializados oficialmente no Brasil, tanto pela Apple Store quanto pelas operadoras de telefonia móvel (Oi, Tim, Vivo, Claro) e também por grandes lojas como Saraiva, FNAC, Fast Shop, entre outras. Mesmo com os preços altos (o iPhone 5c desbloqueado mais simples custa R$1.999 e o iPhone 5s desbloqueado mais simples custa R$2.799), a primeira leva dos aparelhos já estão esgotados em muitas dessas lojas online, bem como em algumas lojas físicas.

A verdade é que os ~applemaníacos~ não resistem a uma novidade, e a gente pira logo nos lançamentos. Mas quais são as diferenças desses modelos em relação aos seus anteriores?!

iPhone 4s

Captura de Tela 2013-11-25 às 20.41.47

  • O modelo mais antigo entre os comercializados pela Apple, disponível nas cores preto e branco.
  • Entre os três, ele é o mais “gordinho” (9,3mm) e com a tela menor (3,5 polegadas), e pesa 140 gramas.
  • Resolução da tela: 960 x 640 pixels, 326 ppi; a proporção de contraste é de 800:1; o brilho máximo é de 500 cd/m2.
  • A câmera iSight tem resolução de 8 megapixels, com abertura ƒ/2.4, um flash LED, sensor de retroiluminação e foco automático, e opções de fotos panorâmicas. Além disso, grava vídeos em HD com 1080p. A câmera frontal tem resolução VGA.
  • O tempo de conversação em 3G é de até 8h; o tempo de espera é de até 200h; o tempo para uso da internet em 3G é de até 6h e, no WiFi, até 9h. Reproduz vídeos por até 10h, e músicas por até 40h.
  • Conexão de 30 pinos para USB com carregador.
  • O que eu tenho a dizer sobre o iPhone 4s: é o que eu tenho desde janeiro de 2012, e eu gosto bastante dele. Senti muita diferença quando comprei, já que usava, antes, um iPhone 3G – e do 3G pro 4s é um pulo imenso.

iPhone 5c

Captura de Tela 2013-11-25 às 20.54.27

  • São cinco cores disponíveis (branco, rosa, amarelo, azul, verde) em modelos de 16GB ou 32GB.
  • Tem 8,97mm de espessura, com uma tela retina de 4 polegadas, e pesa 132 gramas.
  • Resolução de tela: 1136 x 640 pixels, 326 ppi; a proporção de contraste também é de 800:1; o brilho máximo também é de 500 cd/m2.
  • A câmera iSight tem resolução de 8 megapixels, com abertura ƒ/2.4 e lente de cristal safira, um flash LED, sensor de retroiluminação e foco automático, e opções de fotos panorâmicas. Além disso, grava vídeos em HD com 1080p, e é possível tirar fotos enquanto se grava um vídeo. A câmera frontal tem resolução 1,2 megapixels, e é possível gravar vídeo HD de 720p.
  • O tempo de conversação em 3G é de até 10h; o tempo de espera é de até 250h; o tempo para uso da internet em 3G é de até 8h e, no WiFi, até 10h. Promete reproduzir vídeos por até 10h, e músicas por até 40h.
  • Conexão “lightning” (8 pinos) para USB com carregador, e o iPhone 5c vem com os fones do tipo EarPods.
  • O que eu tenho a dizer sobre o iPhone 5c: quando foi lançado, eu detestei essa ideia das cores. Mas vi um ao vivo na sexta passada e não achei tão feio quanto pensava. Mesmo assim, eu ainda não me acostumei com a ideia de iPhones coloridos.

iPhone 5s

Captura de Tela 2013-11-25 às 21.09.48

  • Disponível nas cores cinza espacial (aka preto), dourado e prateado (aka branco), em versões de 16GB, 32GB, e 64GB.
  • É o mais fino dos três: 7,6mm de espessura. E é o mais leve também: pesa só 112 gramas.
  • Tem chip A7 de 64bits, e coprocessador de movimento M7.
  • É o único modelo com Touch ID, um sensor de impressão digital integrado ao botão de início.
  • A tela de retina de 4 polegadas tem resolução de 1136 x 640 pixels, com 326 ppi. A proporção de contraste também é de 800:1; o brilho máximo também é de 500 cd/m2.
  • A câmera iSight tem resolução de 8 megapixels, com abertura ƒ/2.4 e lente de cristal safira, um flash True Tone, sensor de retroiluminação e foco automático, e opções de fotos panorâmicas. Tem também estabilizador automático de imagem, e modo contínuo. Além disso, grava vídeos em HD com 1080p, com zoom de 3x, e é possível tirar fotos enquanto se grava um vídeo. A câmera frontal tem resolução 1,2 megapixels com sensor de retroiluminação, e é possível gravar vídeo HD de 720p.
  • O tempo de conversação em 3G é de até 10h; o tempo de espera é de até 250h; o tempo para uso da internet em 3G é de até 8h e, no WiFi, até 10h. Promete reproduzir vídeos por até 10h, e músicas por até 40h.
  • Conexão “lightning” (8 pinos) para USB com carregador, e o iPhone 5s também vem com os fones do tipo EarPods.
  • O que eu tenho a dizer sobre o iPhone 5s: esse, sim, mexeu com o meu coração. O design dele, pouco (ou nada?!) diferente do iPhone 5, faz meus olhos brilharem. Na verdade, as mudanças do iPhone 5 pro iPhone 5s foram bem poucas. Gosto mesmo é do preto (não consigo chamar essa cor de ~cinza espacial~) – como sempre -, mas ainda acho que o dourado é menos pior do que o prateado (eu sempre detestei organicamente iPhone branco/prateado). Embora eu ainda não me sinta 100% segura de usá-la em um aparelho que pode ser roubado (sejamos realistas), acho o Touch ID um recurso muito interessante.

A Apple também investiu em capinhas próprias para os modelos 5c e 5s. Para iPhone 5c, as capinhas custam R$139 e, para o iPhone 5s, custam R$189. Ainda não vi nenhuma dessas capinhas de perto, mas achei as do 5s ótimas, enquanto as do 5c me dão nervoso por motivos de elas são ~furadinhas~.

Captura de Tela 2013-11-25 às 21.21.30

capinhas para iPhone 5s

Captura de Tela 2013-11-25 às 21.22.14

capinhas para iPhone 5c. entendo que elas são furadinhas pra deixar a cor do iPhone aparecer, mas me dá muito nervoso porque eu acho que o iPhone pode ser arranhado através desses buraquinhos. (neurótica)

Alguém aí já comprou algum dos modelos novos? Vocês também ficam doidinhos com os lançamentos da Apple? Ou vocês passam longe dos aparelhos da ~maçãzinha~? Conta pra gente!

*Vale lembrar que o iPhone 5 parou de ser produzido/vendido pela Apple, sendo substituído pelos dois novos modelos.

Imagem

acreditar

fear and faith

Imagem

recado

Islands of Adventure

Desde que falei aqui sobre o Wizarding World of Harry Potter, fiquei devendo um post sobre o parque onde esta área fica situada. Mas eu sabia que eu ia demorar muiiiitoooo escrevendo sobre um dos parques que eu mais gosto de ir em Orlando: Islands of Adventure!

"The Pharos Lighthouse" no Port of Entry do Islands of Adventure

“The Pharos Lighthouse” no Port of Entry do Islands of Adventure

O parque Islands of Adventure faz parte do complexo da Universal Orlando Resort de entretenimento, e foi inaugurado em 28 de maio de 1999. Durante o período de design e construção, a equipe da Universal pode contar com ninguém mais ninguém menos do que Steven Spielberg para a consultoria criativa. A entrada do parque leva os visitantes ao “Port of Entry” e, de lá, o parque se divide em 6 “ilhas da aventura”: Marvel Super Hero Island, Toon Lagoon, Jurassic Park, The Wizarding World of Harry Potter – Hogsmeade, The Lost Continent, e Seuss Landing.

~todo mundo se aventurando~

~todo mundo se aventurando~

Port of Entry

Port of Entry 03

  • É, literalmente, o portal de entrada pro restante do parque. Nessa área não tem nenhum brinquedo, porém encontramos coisas úteis como o Guest Services, banheiros (tem sempre alguém que quer ir no banheiro assim que chega no parque, impressionante), e também restaurantes e lojas. A Islands of Adventure Trading Company é a maior loja do parque, e é onde podemos encontrar merchandise de todas as áreas em um só lugar. Já encontrei o Pica Pau “uniformizado” dando sopa por ali pra tirar foto.

Marvel Super Hero Island

porque, né, normal tirar foto no bueiro.

porque, né, normal tirar foto no bueiro.

  • Os geek pira nessa parte do parque. São várias atrações, lojas e restaurantes inspirados nos super heróis da Marvel. Alguns dos melhores brinquedos do parque estão ali: tem a Incredible Hulk Coaster, montanha russa super rápida (105km/h) e super verde; tem The Amazing Adventures of Spider-Man, simulador 3D que leva os visitantes pra Nova Iorque através do universo dos quadrinhos do Homem Aranha.; tem Storm Force Accelatron, inspirada pelos X-Men; tem Doctor Doom’s Fearfall, porque os vilões também tem vez.
overview da Marvel Super Hero Island

overview da Marvel Super Hero Island

Marvel 02

apenas um pedacinho da Incredible Hulk Coaster

o prédio que abriga The Amazing Adventures of Spider-Man

o prédio que abriga The Amazing Adventures of Spider-Man

  • Pra quem quiser comer na área, tem o restaurante dedicado ao Quarteto Fantástico, o Café 4. Gosto da pizza de lá. Tem umas outras barraquinhas de comida na área, com lanchinhos como pretzels e pipoca, e também turkey leg (eu gosto mais da turkey leg vendida nos parques da Disney, mas isso é só a minha opinião).
Café 4

Café 4

  • Entre as lojinhas, a que sempre me faz pirar é a Comic Book Shop. Imagina uma loja inteirinha recheada de histórias em quadrinhos (tem paredes do chão até o teto cheias de prateleiras com os mais diversos quadrinhos), livros especiais dedicados ao universo das HQs da Marvel, e action figures colecionáveis. Pois é, essa é a Comic Book Shop.
Comic Book Shop

Comic Book Shop

Marvel loja de quadrinhos 03Marvel loja de quadrinhos 08Marvel loja de quadrinhos 04

antes de ser Magneto...

antes de ser Magneto…

  • E, como não poderia deixar de ser, temos a oportunidade de encontrar vários super heróis da Marvel ~circulando~ por ali! Os X-Men (Tempestade, Vampira, Wolverine, Ciclope) eu já consegui ver várias vezes, e o Homem Aranha também. Acho que o mais difícil de encontrar é o Capitão Americano América!

Marvel 07 Marvel 08 Marvel 10 Marvel 09

  • A Letícia pira, os geek pira, todos pira. Hihihi

Toon Lagoon

Toon Lagoon 03

  • É, com certeza, uma das áreas mais divertidas do parque. Nessa área, nós ficamos imersos no universo das tirinhas que estampavam os jornais de domingo. Além das cores que chamam a atenção, acho divertidíssimos os balões suspensos com frases que poderiam mesmo ter saído das tirinhas de quadrinhos.

Toon Lagoon 04 Toon Lagoon 11 Toon Lagoon 12

  • Nessa área, tem dois brinquedos – e os dois de água: Dudley Do-Right’s Ripsaw Falls, e Popeye & Bluto’s Bilge-Rat Barges. Além desses brinquedos, que molham MUITO, tem um playground interativo pra crianças, chamado Me Ship, the Olive, ambientado de acordo com a história e os personagens do Popeye.
Toon Lagoon 01

Dudley Do-Right’s Ripsaw Falls

  • O restaurante da Toon Lagoon é o Comic Strip Cafe, que tem nuggets de frango, peixe com batata frita, e cachorro quente. Bem como na ilha da Marvel, também tem barraquinhas de comida com pretzels, pipoca, e sorvete.

Toon Lagoon 07

  • Alguns personagens também ficam por ali: já encontrei Popeye e Olivia, e também a Betty Boop.

Toon Lagoon 09 Toon Lagoon 10

  • Sempre fico feito criança nessa área, e nem sei explicar direito o porquê!

Jurassic Park

Jurassic Park 01

  • Essa área do parque é muito legal por dois motivos principais: (1) insere a gente no universo do Parque dos Dinossauros, com direito a sonoplastia e tudo; (2) tem o River Adventure, que é um brinquedo que molha, mas não molha muito, e ainda oferece um passeio ~intrigante~. Lógico que eu não vou descrever com detalhes as rides (como vocês já devem ter percebido), senão perde a graça!
Jurassic Park 02

buh

  • O outro brinquedo da área é o Pteranodon Flyers. Eu só fui nesse brinquedo uma vez, peguei uma fila i-m-e-n-s-a e ainda por cima fiquei enjoada. Nunca mais voltei.
  • Eu gostava muito de um restaurante que tinha nessa área, mas acho que fechou. Todos os pratos vinham com milho verde, era ótimo.

The Wizarding World of Harry Potter – Hogsmeade

195

saudades, Hogwarts!

  • Vou pular essa área porque, né, já teve um post inteirinho dedicado a essa parte do parque.

The Lost Continent

Lost Continent 01

  • Essa área era bem maior antes da construção da vila de Hogsmeade, já que tanto as atuais Flight of the Hippogriff e Dragon Challenge faziam parte do Lost Continent, com os nomes The Flying Unicorn e Dueling Dragons.
entrada da Dueling Dragons, antes de ser incorporada ao Wizarding World

entrada da Dueling Dragons, antes de ser incorporada ao Wizarding World

  • Hoje, a área conta com as atrações Poseidon’s Fury e The Eight Voyage of Sindbad Stunt Show. Na Poseidon’s Fury, fazemos um passeio a pé pelos restos do templo de Poseidon, enquanto somos bombardeados por efeitos especiais. Faz um frio danado lá dentro. Já o Voyage of Sindbad é um show de 20min que conta a história da tentativa de Sindbad e Kabob para resgatar a Princesa Amoura. Honestamente, não gosto muito de nenhum dos dois.
essa foto já vai completar 10 anos, galere

entrada do Poseidon’s Fury

  • Depois dessas mudanças por conta do Wizarding World, restaram algumas lojinhas na área, e também o excelente Mythos Restaurant.
Mythos Restaurant do lado de fora (visão de quem chega no Lost Continent via Seuss Landing)

Mythos Restaurant do lado de fora (visão de quem chega no Lost Continent via Seuss Landing)

  • Esse restaurante já ganhou diversos prêmios durante vários anos – muitos deles consecutivos – por ser considerado o melhor restaurante dentro de um parque temático. Esse restaurante precisa de reservas, e tem duas áreas para refeições: dentro do restaurante, onde temos a impressão de que estamos numa caverna, e no pátio do lado de fora, beirando o lago do parque, com uma vista muito bonita da Marvel Super Hero Island, da Toon Lagoon, e do Jurassic Park. Dá pra ver também um pedacinho da Seuss Landing, mas bem de leve.

Seuss Landing

Seuss Landing 01

  • Essa é a área ~fofa~ do parque, que dá vida aos personagens e às histórias do Dr. Seuss, muito famosas entre os norte-americanos. Eu comecei a me familiarizar com os personagens e histórias da área depois que comecei a ir com alguma frequência pra Orlando, embora alguns dos seus personagens (o Grinch, o Gato, e, mais recentemente, o Lorax) tenham aparecido nos cinemas brasileiros. E, por lá, já encontrei com o Grinch, com o Gato, e com o Thing 2!

Seuss Landing 04 Seuss Landing 05 Seuss Landing 06

  • Além de alguns restaurantes e barraquinhas (Circus McGurkus Cafe Stoo-pendous; Green Eggs and Ham Cafe; Hop on Pop Ice Cream Shop; e Moose Juice, Goose Juice), e das lojas Cats, Hats & Things, All The Books You Can Read, Snookers & Snookers Sweet Candy Cookers, e Mulberry Street Stores Trading Co.; a área conta com algumas atrações mais voltadas para o público infantil. São elas: The Cat in the Hat, The High in the Sky Seuss Trolley Train Ride, One Fish Two Fish Red Fish Blue Fish, e Caro-Seuss-el.
Seuss Landing 03

sendo feliz no Caro-Seuss-el

Seuss Landing 02

  • Além desses brinquedos, acontece um show chamado Oh, The Stories You’ll Hear, onde as histórias do Dr. Seuss são contadas para as crianças. E há um playground interativo chamado If I Ran the Zoo, que é direcionado para as crianças, mas eu sempre vou pra lá ~brincar~ e tirar fotos porque eu acho muito bacana!
Islands of Adventures 039

gente que se diverte no parquinho.

é "o Joe" ou "a Joe"?!

é “o Joe” ou “a Joe”?!

a vaca amarela, que é muito bacana.

a vaca amarela, que é muito bacana.

  • Particularmente, eu gosto bastante dessa área! É tão fofinha que não dá pra não ficar feliz só de olhar pra tantas cores e tantas coisas bonitinhas. E eu acho o brinquedo The Cat in the Hat bem divertido também! Quando não tá com fila, acho que sempre dá pra aproveitar.

Eu sou do time que acha que tudo nos parques deve ser aproveitado ao máximo, e que a melhor coisa a se fazer em um parque temático é deixar livre a criança que vive dentro de cada um de nós – como eu já falei também aqui. Pra aproveitar o Islands of Adventure ou qualquer outro parque ao máximo, a minha dica é: não tenha medo de ser feliz! SE JOGA E APROVEITA MUITO!!

a aventura continua

a aventura continua!

estampas do Bart Simpson

O estilista norte-americano Jeremy Scott (que, hoje, é diretor criativo da Moschino) levou para as passarelas do seu desfile de outono/2012 algumas peças estampadas pelo personagem Bart Simpson, prestando homenagem a uma das séries mais divertidas de todos os tempos.

não, obrigada.

não, obrigada.

Logo logo surgiram as mais diversas versões inspiradas nessa homenagem, e com preços bem mais acessíveis do que os de uma coleção prêt-à-porter de um estilista como Scott. Jeans, t-shirts, camisas, suéters… Fiz uma seleção de alguns jeitos bacaninhas de usar essa estampa, encontrados em vários perfis do Lookbook.nu!

  • Eu adoro o combo t-shirt + short, e gosto dos shorts coloridos que me ajudam a fugir do jeans de sempre. A combinação de cores ficou super bacana: vermelho, azul e branco juntos são um clássico, e esse tom de azul mais claro ficou super bonito entre as outras duas cores.
  • Adorei o jeito como ela misturou a estampa do Bart no suéter com uma saia de oncinha super feminina, e ainda complementou com a bolsa de peixe. Tem bastante informação, mas não ficou “over“. Oncinha é o novo preto, gente.
  • O chapéu e a saia rodadinha deram um ar ladylike ao look que faz a camisa jeans do Bart brilhar ainda mais, por ser a peça mais diferente – uma escolha pouco óbvia pra ser combinada a uma saia roada.
  • Aqui, a mesma camisa jeans aparece jogada por cima dos ombros e aberta – e isso é um truque de styling que tem aparecido muito por aí. Eu acho meio perigoso, mas na Willabelle achei que ficou super bacana em um look que, pra mim, se resume em uma palavra: equilíbrio. Ela equilibrou bem as proporções com o short super largo, mas curtinho e acinturado, e o top cropped. Os creepers com a meia aparecendo e o gorrinho evitaram o possível ~piriguetismo~ que o cropped e o short curto poderiam evocar.
  • Camisa jeans do Bart para os rapazes! Achei bacana ele ter escolhido uma calça jeans em uma lavagem mais escura, e ter dobrado a bainha deixando à mostra um pedacinho da meia amarela.
  • De todos os looks com a estampa do Bart que eu já vi, esse foi, de longe, o meu favorito. Tanto que deixei uma foto extra ali do lado pra observar com maiores detalhes essa combinação tão interessante de peças: parka (S2) + cardigan vermelho + t-shirt com estampa bacaninha + short jeans do Bart + mochila + meia calça + coturno. Os headphones fazem as vezes de acessório, combinados aos óculos escuros de ar retrô, e ao gorrinho branco. Eu já perdi a conta de quantas vezes saí por aí combinando essas mesmas peças de roupa, variando as cores/estampas. Ela combinou tudo de um jeito tão fácil que eu consegui me identificar – e é sempre assim que eu mais me inspiro.
  • Apelidei esse look de “overdose de Bart”! Short + camisa jeans com a mesma estampa retomam o conceito dos conjuntinhos, que voltaram com força há algumas estações. A “overdose de Bart” da Anastasia se justifica pelo minimalismo no restante do look: as botas pretas trazem peso, ao mesmo tempo em que os poucos acessórios que ela usa [um anel, os óculos escuros redondinhos <3, e pulseiras(?) fininhas pretas] não brigam com o conjuntinho. Acho que é preciso coragem pra usar a “overdose de Bart”, mas o resultado final pode ser bacana.
  • E, em meio à tanto Bart, um Homer! Afinal, o pai da família mais divertida da tevê também merece a sua estampa, né?! Gostei muito das cores (azul/cinza) do suéter, combinando com a camisa xadrez que o Nicolas usou por baixo e deixou só uns pedacinhos aparecendo. Esse tênis mais bruto deu mais “interessância” do que um sapatênis, por exemplo.

Eu confesso que não aderi à moda das estampas do Bart, e continuo preferindo algumas coisinhas que comprei no brinquedo dos Simpsons do que essas estampas em suéters e peças jeans. Também confesso que achei que essa moda fosse mais passageira, mas continuo vendo looks com essas peças por aí. Acho que, de qualquer jeito, vale a inspiração pra qualquer personagem adorado que mereça homenagem!