a volta da gastrite

Quando eu tinha 15 anos, tive a minha primeira crise de gastrite. Diagnosticada como gastrite nervosa, ela atingiu o seu ápice de crises entre o final de 2008 e os primeiros meses de 2009 – ou seja: final dos 18 e inicio dos meus 19 anos.

Fiz um tratamento que deu um pouco certo. Mas eu não gostava do remédio, então parei de tomar. Rebeldia.

Por alguns anos, eu e a gastrite fizemos um trato: eu ignorava ela, e ela não me incomodava. Foram anos de pouco(?) estresse e de muita comilança, de muita porcaria.

Agora, no auge do meu estresse, que inclusive desperta espinhas jamais vistas durante a minha adolescência, a gastrite resolveu voltar. Acho que ela tava com saudade de mim.

Eu não tava com saudade dela. Não gosto nadinha de saber que preciso vigiar minha alimentação, evitar os refrigerantes e as bebidas e os alimentos cafeinados. Não gosto nadinha de pensar que a gordura, o vinagre e os condimentos terão de ser evitados por um tempo.

Mas parece que ela voltou. E chegou pra arrebentar comigo.

Ai ai ai

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s