na festa de casamento

Como tinha comentado rapidinho no post anterior, ontem eu tinha uma festa de casamento pra ir. Sabe aquelas festas onde você encontra todas aquelas milhões de pessoas da sua enorme família? Então. O casamento de ontem foi assim. E quem me segue no instagram acompanhou em tempo real alguns dos cliques da noite – que contou com o Cordão do Bola Preta pra deixar tudo ainda mais animado.

Normalmente, quando acontece algum desses eventos, eu opto por vestidos com shape de princesa, com cintura bem marcada e saias bem volumosas, e sapatilhas. Eu detesto usar salto alto num grau tão alto que tenho uma coleção de sapatilhas especiais só pra festas e festanças (eu detesto deixar de aproveitar esses eventos porque fiquei com dor no pé). Mas tudo isso dá aquele arzinho muito muito jovem pro look.

Então ontem eu tive que sair da minha zona de conforto pra fazer do aparelho apenas um coadjuvante no meio de um look mais condizente com a minha idade avançada.

Tirei do armário essa camisa com gola de pérolas, e fiz (muito rapidinho, porque é claro que eu me enrolei pra me arrumar e já ia ficando atrasada pra cerimônia) um coque donut com um pouquinho de topete, já que o cabelo solto não ia dar o devido destaque pra essa peça. Combinei com essa saia de renda verde militar, sapato e clutch no mesmo tom de marrom, e alguns anéis pra deixar as mãos mais “ricas”.

Foi providencial a camisa de manga comprida pra uma noite de muita chuva e ventinho fresquinho. Chovia tanto que eu queria mesmo era calçar galochas! (eu e minhas ideias erradas)

Queria ter fotografado a maquiagem e o coque (e todos os mil grampos envolvidos pra segurar o cabelo a noite toda) em detalhes, mas não deu. A escolha pelo batom bem escuro foi totalmente na contramão do que eu obviamente escolheria – afinal, eu não queria dar destaque pro aparelho, certo?

Errado!

Ok, a proposta inicial era essa mesmo, de deixar o aparelho coadjuvante no look, e tentar não dar destaque nenhum pra ele. Mas, sabe como é, a gente começa a brincar de maquiagem e acaba indo por caminhos que nem imaginava que poderiam dar certo. Eu acabei preferindo fazer um make de olho esfumado combinado com batom escuro, como se dissesse “é, é isso mesmo, eu tô de aparelho, tô curtindo isso, e não tenho vergonha de destacá-lo!”. Resolvi que se eu ia encarar esse “desafio” de mostrar pra todo mundo meu aparelho numa festa logo na primeira semana, devia fazer isso com orgulho e da melhor forma possível.

Quando as mangas da camisa deixavam, os outros acessórios também apareciam: mix de pulseiras (inclusive uma de spikes com aplicações de brilhantes!) e esse relógio, um xodó pra ocasiões especiais.

com cara de mamona assim que cheguei na festa d: 

O aparelho já não tá mais me impedindo de comer muita coisa, mas ainda tô tendo alguns cuidados. Não aguentava morder os docinhos, então comi um sem número de bem casados!!

De aparelho ou não, é sempre bom rever a família e celebrar o amor!

  • Camisa: Forever 21
  • Saia: Espaço Fashion
  • Sapato: Ferni
  • Clutch: do armário da mamãe
  • Pulseiras: Life by Vivara, Espaço Fashion, e acervo de família
  • Relógio: Fossil
  • Anéis: Farm (anel de coelho), e acervo de família
  • Brincos: do armário da mamãe
  • Batom: MAC Viva Glam III
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s