Arquivo do mês: janeiro 2012

The holidays are over

Em 2009, eu pedi ao Papai Noel um Chuck Bass; em 2010, ele me deu um.
Em 2010, eu pedi ao Papai Noel um Chuck Bartowski; em 2011, ele me deu um.
Mas nenhum dos dois permaneceu. Acabou, passou.
E aí, no Natal de 2011, eu resolvi pedir ao Papai Noel um pouquinho de paz.
Porque a verdade é que há um tempo pra ligar na CNN e outro no Disney Channel; há um tempo de mudança, e outro pra manter; há um tempo de sofrer, e um tempo de serenidade.
E é assim que eu começo o ano de 2012: serena, e com mil motivos pra ser feliz em cada um dos 366 dias desse ano.
Feliz ano novo. Feliz ano todo!

PS: o primeiro dia de 2012 ainda nem acabou e eu já escorreguei na escada, bati com a cabeça, ralei o joelho, e cortei a mão. Danger magnet.