Arquivo do dia: setembro 19, 2011

querido diário

Hoje topei com alguns conhecidos meus
Me dão-bom dia, cheios de carinho
Dizem para eu ter muita luz, ficar com Deus
Eles têm pena de eu viver sozinho
 
Hoje a cidade acordou toda em contramão
Homens com raiva, buzinhas, sirenes, estardalhaço
 

porque, as vezes, um pouco de Chico Buarque não faz mal a ninguém. principalmente quando ele consegue traduzir nos acordes de um choro-canção tudo (ou muito do tudo) que eu queria/gosto de dizer.

por sinal, vale registrar que, no dia de hoje, um dos meus mais queridos amigos deixará o Brasil por, no mínimo, 5 anos. Tesouro, aproveite sua vida lá na União Soviética – quero dizer, na Rússia. que você seja muito feliz, aprenda muito, e volte pra perto da gente cheio de histórias gloriosas pra contar. vá tranquilo, vou cuidar bem dos livros que você deixou comigo. qualquer dia, vou lá te visitar.