Arquivo do mês: agosto 2011

3407 pages

disseram por aí, inclusive veicularam cartazes, dizendo que TUDO TERMINA EM 15/07. mas a verdade é que só hoje, 18/08/2011, chegou para o mundo o fim de uma era.

entre os anos de 1997 e 2011, foram 7 livros, 8 filmes, 1 parque temático, milhões de fãs no mundo inteiro, E UMA SÓ AUTORA.

é, JK Rowling. o universo que você criou vê, hoje, o fim da sua primeira etapa. a geração Potter hoje teve a oportunidade de assistir pela última vez a um filme da série no cinema. pela última vez, Harry Potter é projetado em salas de cinema.

quando o Expresso de Hogwarts hoje seguiu viagem, deixando a Plataforma 9 3/4 pra trás, meus olhos se encheram de lágrima. foi com um misto de emoções que eu me despedi desses anos maravilhosos. com tristeza, percebi que jamais poderia sentir aquela emoção de novidade que me tomou por tantas vezes nesses anos. com alegria, agradeci a Deus a oportunidade de ser parte dessa geração Potter.

a despedida começara em 2007, e durou até agora. tive bastante tempo pra me preparar pra esse ‘adeus’.

hoje, me despedi dos melhores anos da minha vida. deixei a infância pra trás, assim como o Expresso de Hogwarts deixou a Plataforma 9 3/4. coincidentemente, segunda feira começarei as aulas na pós graduação lato sensu.

é, chegou a hora de crescer e encarar o mundo real. mas meus olhos e meu coração estarão sempre, para sempre, cheios de magia.

e eu devo tudo a uma ideia que surgiu num trem.

Anúncios

carta

Mivó,

Como você tá? A vida por aqui tá complicada.

Nesses últimos dias sem você por perto, eu precisei ter muita força pra enfrentar muita coisa. Muitos dias, eu pensei em simplesmente ficar na cama e chorar, mas eu sabia que você não ia ficar feliz com isso. E aí eu levantava, e encarava o que viesse por aí.

Tudo me lembra de você. Até o futebol! Ou seria principalmente o futebol? Eu não tenho mais a sua companhia pra ver os jogos, criticar os técnicos e os jogadores, comemorar os gols. O Botafogo continua daquele jeito: como você mesma dizia, pra tomar vergonha na cara, tem que levar um gol. Pelo menos, tá bem classificado no campeonato Brasileiro desse ano. Mas, vó, assistir aos jogos sem você não tem a mesma graça.

Ai, vó. Que saudade que eu tenho de te chamar de vó. Saudade de te abraçar, de passear com você, de te dizer que eu te amo muito. Saudade da sua presença na minha vida, tão importante, tão fundamental pro meu crescimento. Saudade da sua compreensão, saudade da sua proteção. Saudade de você.

Eu me formei, Mivó. Agora, sou bacharel. Você sonhava tanto em me ver formada, concursada, exercendo a profissão com a qual eu sempre sonhei. Eu continuo sonhando, vó, e eu não vou desistir. Tenho certeza de que, daí, você vai me ver realizando todos os meus sonhos sob as bênçãos de Deus, e eu vou sempre agradecer a Ele pelo papel que você exerceu pra que eu alcançasse tudo o que eu quero.

Eu sei que esse é o ciclo da vida, e que você não ia poder ficar do meu lado pra sempre. Mas eu queria ter tido mais tempo perto de você. 20 anos não foi o suficiente pra eu demonstrar o quanto eu amo você.

Ai Mivó, a gente tinha tanta coisa ainda pra fazer. Tantos passeios, tantas viagens. Eu te levo no coração, pra onde quer que eu vá.

A verdade é que tem um vazio em mim desde que você foi embora. E esse vazio jamais será preenchido, por nada. Você é o maior presente que eu podia ganhar na vida. Eu sei que você tá bem agora, e que seu amor vela por mim, mas eu sinto muita saudade.

Depois de 365 dias sem você perto de mim, eu continuo sem aprender a viver sem você.

Receba, aí no Céu, o meu beijo, o meu carinho, e o meu amor eterno por você.

Da sua nequinha.

porque saudade dói mais do que porrada

mais um texto pra me lembrar o que eu tenho tanta vontade de esquecer.

pensando bem, eu poderia muito bem ter escrito esse texto, bem assim, desse jeitinho mesmo.

e eu sigo me fudendo. novidade.

e nada isso é pequeno.