i’ll never let it go

acordei e resolvi assistir, finalmente, ao documentário JK Rowling: A Year in the Life. minha resistência so far é justificada por um fator: eu sabia que ia chorar como um bebê. e não deu outra.

todas as vezes que eu penso na tia Jo, e em como minha vida mudou por conta do que ela criou, eu choro. like a baby!

nem que eu tente explicar, não dá pra entender o que eu sinto por Harry Potter e por essa mulher maravilhosa, que me deu a coisa mais preciosa do mundo.

se eu estou escrevendo isso aqui, e pode não fazer o menor sentido pra qualquer pessoa que leia, eu sei que, quando eu ler isso daqui a uns anos, eu vou entender. e certamente vou sentir exatamente o que eu tô sentindo agora…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s